Nome de utilizador:
Palavra-passe:
(Fechar)(Recuperar palavra-passe)

Autor: Xavier Silva         Data de Publicação: 10Abr2012 17:12:14         Comentários: 0        Ler na origem: http://acordem.com/
BND – Banco do Dakota do Norte – solução para a crise?

 
 

Banco do Estado da Califórnia

Bom dia desde Washington. O meu nome é Still, e estou aqui para informar sobre economia.
Ora bem, grandes novidades sobre a frente bancária estatal. Ambas as super-estruturas e infra-estruturas da assembleia do estado da Califórnia, num movimento surpresa, prontamente aprovaram com rapidez uma lei que estabelece uma comissão especial para estudar a possibilidade do estado da Califórnia possuir o seu próprio banco, conforme o modelo do banco do estado de Dakota do Norte. Está plasmado no projecto-lei 750 da Assembleia da Califórnia.

Os defensores da medida supunham o seu falecimento no decurso deste ano. No entanto, numa volta surpreendente, tal projecto, em apenas dois dias, foi aprovado nas duas câmaras sendo enviado ao governador Jerry Brown assinatura. Se o governador Brown assinar o projecto-lei será a primeira vez, desde a fundação do banco de Dakota do Norte, em 1919, que um banco estatal é considerado.

Os eleitores da Califórnia precisam de escrever ou telefonar para o gabinete do governador pedindo que ele assine o AB750.

Afinal, de que se trata?

Até que seja politicamente possível a reforma monetária nacional nos EUA, existem coisas que podemos fazer para ajudar a situação financeira dos 50 estados de per si. Comecemos a trabalhar de baixo até ao topo.

Embora a maioria das pessoas não saibam, há 2 maneiras de fazer um banco:
1 - Obtendo autorização do Reserva Federal; ou
2 - Obtendo permissão de sua Assembleia Legislativa local.
Na verdade, os bancos estatais foram uma tradição americana, com mais de um século, antes da criação do Sistema da Reserva Federal.

Mas ainda melhor: trata-se de um banco estatal dedicado ao princípio de que dinheiro público deve servir interesse público. Em vez de servir os interesses dos grandes bancos de Nova Iorque, centrados no dinheiro.

Quando um estado detém o seu próprio banco, nele deposita 100% do seu dinheiro e das receitas fiscais. Em seguida, quando adiciona o valor dos bens físicos do estado - todas as estradas, pontes e edifícios, edificados ao longo de centenas de anos – torna esse banco estatal financeiramente mais sólido do que qualquer banco comercial no mundo.

Mas o banco estatal é um banco real, e pode, imediatamente, começar a fazer empréstimos a qualquer órgão estadual, a qualquer banco comercial no estado ou até a particulares a indivíduos, caso o estado o permita..

Ao emprestar a si mesmo, o estado pagará 0 de juros, Se conceder empréstimos para projectos que considere de interesse público, cobrará taxas de juro muito baixas.

Outra vantagem é que um estado não tem que pagar quaisquer juros para projectos de infra-estrutura. Imagine os custos envolvidos, quando o estado pede emprestado milhões ou milhares de milhão de dólares, no caso da Califórnia, para grandes projectos de infra-estrutura.

Pense na sua hipoteca da casa, todos nós sabemos que grandes empréstimos pagos ao longo de 30 anos, duplicam ou triplicam o valor original emprestado. Todos esses juros acabam quando o Estado pede dinheiro emprestado do seu próprio banco estatal.

Por exemplo, o ex-presidente da comissão de orçamento da casa de representantes do Missouri, Allen ICET, disse-me durante uma recente visita à capital do estado de Missouri, que de acordo com os seus cálculos um banco estatal recém-formado no Missouri poderia cortar o déficit orçamental do estado pela metade.

No caso da Califórnia, significaria uns adicionais de 5 mil milhões de dólares, que não teriam de ser recolhidos em impostos.

Portanto, esta é apenas uma teoria interessante, certo? Não, isto não é teoria.

Existe um estado da nação que tem um banco estatal, Dakota do Norte fundado em 1919. Então, como é que está a resultar? Dakota do Norte é o único estado a manter um excedente orçamental desde a crise bancária iniciada em 2008.

Dakota do Norte tem a menor taxa de desemprego, a menor taxa de incumprimento de crédito do cartão e uma das taxas de impostos mais baixas no país e não teve uma falência de bancos em mais de uma década.

Portanto, os bancos locais devem odiar o banco de Dakota do Norte, certo? Não.

O estabelecimento bancário local adora o BND. Eles sabem que o BND ajuda a manter os impostos baixos para todos. O BND ajuda a manter a taxa de execução de hipotecas mais baixa do país. E o BND não compete com os bancos locais, mas actua como parceiro com eles, agindo como uma espécie de mini-FED, fornecendo dinheiro a curto prazo, quando necessário, com taxas de juro baixas.

E acima disso, o BND deu mais de 300 milhões de dólares em lucros na última década, de volta para o Tesouro do Estado.

Em contraste, quando os enormes fundos de pensões do estado da Califórnia perderam 170 mil milhões de dólares na crise financeira, o BND estava fazendo lucros recordes para os cidadãos de Dakota do Norte.

A conclusão é, um banco estatal é uma forma de senso comum para fazer o dinheiro do Estado estimular a economia do estado.

O dinheiro deve ser um serviço público e os bancos devem fornecer um ambiente lucrativo competitivo para captação e empréstimo. Novamente, o banco estatal não tira nada do sector bancário comercial do estado.

O banco estatal coloca o dinheiro do estado nas mãos de “nós, o povo” em vez das mãos dos grandes bancos de Nova York. É um grande exemplo de descentralização do poder. Isto recupera o poder do dinheiro das mãos dos grandes bancos.

Apelamos a todos, na Califórnia, para contactar o escritório do governador Jerry Brown.
Jerry, eu sei que a sua equipa encomendou 3 exemplares de "O Segredo de Oz" durante a sua campanha, por favor assine esta lei e ficará registada como a melhor coisa que alguma vez fará para a humanidade.

Ei, aqui está um agradecimento aos meus novos amigos Ted, Alberto em Porto Rico, Kevin do Quénia e um grande agradecimento a Simon da Austrália. E, uma série especial de aplausos para a minha velha amiga Ellen Brown, que tem trabalhado incansavelmente para o AB750 avançar.

Sou Still, reportando de Washington, bom dia.








 

Mais de Anarquia
© 2014. Todos os direitos reservados | Política de privacidade | Contactos | Tecnologia Nacional [PT]