Nome de utilizador:
Palavra-passe:
(Fechar)(Recuperar palavra-passe)

Autor: ../..         Data de Publicação: 07Fev2012 17:31:35         Comentários: 0        Ler na origem: http://www.mibarcelos.pt/
Festa de S. Martinho

MOVIMENTO INDEPENDENTE POR BARCELOS

O MIB foi constituido por escritura pública, em 18 de Junho de 2011, outorgada, no Colégio La Salle,  por 362 pessoas, representando as 89 freguesias do concelho.

O Movimento nasce da conjugação da vontade e da determinação desse grupo de barcelenses que não se resigna com o fatalismo de serem mal representados e mal governados por aqueles que têm pautado a sua actuação não pelo espírito de servir a causa pública, mas sim em prol de  interesses pessoais ou apenas de alguns.

Os cidadãos do MIB têm um percurso de vida que fala por si. Gente que não espera  benesses, nem sinecuras. Gente que está disponível para servir e que se alia a este projecto disposta a tomar os destinos do concelho nas próprias mãos. Gente que exige que se faça o que deve ser feito.

 

O MIB move-se por causas e ideais. Acredita no primado do mérito, na equidade, na igualdade de oportunidades e na transparência. Gente que acredita que é possível fazer diferente, mais e melhor, e que está disponível para de forma activa o demonstrar.

Contrariamente ao que alguns querem fazer crer, o MIB não é a diáspora de dissidentes dos partidos. Ninguém está aqui porque esperava favores, lugares ao sol,  mordomias  e não lhas deram. Estão aqui porque deixaram de acreditar, ou de se rever, no actual sistema partidário. Estão aqui porque chegou a hora de fazer parte activa num verdadeiro projecto de mudança.

O MIB por opção deliberada e consciente situa-se no lado oposto do sistema partidário   que conduziu o concelho e o país ao estado em que se encontra.

Se os nossos princípios encontrarem eco bastante na população barcelense, e no que de nós depender, propomo-nos transformar a Câmara Municipal numa entidade que cumpre e só depois faz cumprir.

Temos por objectivo colocar a administração municipal ao serviço da  população, de forma eficaz, transparente, gastando menos e fazendo mais. Como? Colocando na liderança dos serviços municipais os mais capazes e competentes, em vez de privilegiar  amigos e gente do aparelho.

O executivo municipal terá menos um vereador a tempo inteiro; as empresas municipais não terão administradores, ficarão a cargo dos vereadores; o pessoal político,  generosa e, por vezes, injustificadamente bem pago, será drasticamente reduzido e substituído por funcionários municipais.

São propostas que defendemos muito antes da chegada da troika. São medidas viáveis que se traduzem numa poupança mensal de dezenas de milhares de euros que serviriam para financiar um fundo social de emergência para acudir a situações sociais prementes.

No que de nós depender não será por falta de recursos económicos que os filhos de famílias de escassos rendimentos deixarão de frequentar o ensino superior, desde que possuam vontade e capacidade de rentabilizar o seu potencial.

Estes são para o MIB  verdadeiros compromissos de honra.

O nosso caminho não é fácil. Lutamos contra os interesses instalados que não olham a meios para nos condicionar.

Os sinais já são evidentes.

Inventam sondagens em que nos atribuem resultados mínimos. Como se já fôssemos candidatos...

Afirmam que a nova lei eleitoral não permitirá candidaturas independentes. Pura mentira. 

Dizem que se só houver uma lista há Assembleia Municipal, somos prejudicados. Nada de mais errado. Só seriamos irrelevantes se um partido tivesse maioria absoluta.

O objectivo é claro. Tentam afincadamente convencer os barcelenses que não vale a pena apostar no MIB.

Pelo que se viu, no fim de semana de 12 NOV, em Alvito S.Pedro, onde estiveram mais de 2000 barcelenses e pelo entusiasmo e apoio crescentes, a estratégia não tem dado frutos.

Para alguns, a preocupação deveria ser demonstrar aos barcelenses que acertaram quando decidiram votar neles, já que até ao momento ainda não o conseguiram.

Outros deviam preocupar-se em apostar em gente capaz, e não recorrer a fórmulas comprovadamente estafadas e claramente rejeitadas.

O MIB continuará a trabalhar arduamente para construir um projecto alternativo de verdadeira mudança, que mereça a confiança dos barcelenses.

Mais de Autarquias
© 2014. Todos os direitos reservados | Política de privacidade | Contactos | Tecnologia Nacional [PT]